Desde 2001, o ESCRITÓRIO DO LIVRO tem se consolidado como referência entre os leitores e estudiosos do objeto livro. Era na origem uma microempresa de tradução que se dedicava a compartilhar reflexões e informações sobre o livro, sua história e feitura — através de suas publicações, ou deste site e seu consistente acervo de textos e materiais disponíveis. Tais iniciativas, realizadas informalmente à margem de minha atividade de tradutora literária, contemplavam esse outro envolvimento com textos e livros que é parte integrante do meu /percurso/: a edição. Em 2016, para melhor dar continuidade à sua trajetória, o ESCRITÓRIO DO LIVRO se constitui como EDITORA. Um reacerto de rota, um ajuste de foco que mantém inalterado seu eixo de atuação, sempre centrado em TRADUÇÃO e EDIÇÃO — esses dois ofícios mediadores cuja ação se entrelaça, há mais de dois mil anos, na transmissão e circulação de obras e ideias.


UM SITE DEDICADO AO LIVRO
sua história, suas artes, seus ofícios

Em permanente construção e sempre aberto a colaborações, o site oferece subsídios para um melhor conhecimento desse objeto multifacetado, de infinitos apelos e significados que, meio privilegiado de registro do conhecimento durante muitos séculos, ocupa um lugar central na história da cultura e da civilização. Trazendo textos até então inéditos em português de autores como William Morris ou Emery Walker, ou pouco conhecidos, como “O livro belo”, de Gilberto Freyre, trabalhos recentes de pesquisadores e depoimentos de diferentes personagens do mundo livreiro e editorial, firmou-se ao longo dos anos como um espaço de interesse para os amantes do objeto livro, e de referência para seus estudiosos de diferentes disciplinas (comunicação, editoração, design...), sendo, aliás, presença frequente nas indicações bibliográficas de pesquisas na área.


EDIÇÃO
livros sobre o livro

Ao ritmo incerto de um projeto sem fins lucrativos e de parcos recursos, e graças a valiosas parcerias ou apoios, o ESCRITÓRIO DO LIVRO produziu publicações voltadas para o livro e a leitura — notadamente a Coleção Memória, que se propõe a registrar a voz de algumas personagens, não raro desconhecidas ou irreconhecidas, de nossa história editorial. |VEJA +|
Em 2016, formaliza-se afinal como uma editora em caráter pleno, e com uma proposta singular — especializada em livros sobre o livro, impressos e digitais, com ênfase na pesquisa acadêmica, e pautada pelo mesmo princípio que o tem orientado desde uma década e meia: o conhecimento só faz sentido quando é compartilhado. |VEJA +|


TRADUÇÃO & VERSÃO
 francês

Pelo ofício de traduzir tenho vivenciado, desde muitos anos, minha relação com os textos e o universo dos livros — ciente de que, em seu gesto de estabelecer pontes, aproximar gentes e culturas, é belo e imprescindível o papel dos tradutores na construção de nossa história cultural. E quando, em 2016, de microempresa de tradução o ESCRITÓRIO DO LIVRO se converte em editora, prossigo neste ofício enquanto profissional autônoma.

Traduzo sobretudo textos literários, e essencialmente do francês (eventualmente do inglês).
E para o francês verto regularmente catálogos de exposições, roteiros cinematográficos, além de artigos, ensaios, teses de pesquisadores de diversas universidades (USP, UFRGS, PUC, UFSC, UNICAMP...), com ênfase em ciências humanas e sociais, letras, artes e filosofia. |VEJA +|


¶  OFICINAS de TRADUÇÃO
     francês

Realizadas em Florianópolis, as Oficinas reúnem grupos de até 5 pessoas que se encontram para traduzir textos de variados temas e gêneros, e trocar, debater, refletir a tradução a partir de uma prática. |VEJA +|


| Dorothée de Bruchard |
tradutora, editora